BlogBlogs.Com.Br Confraria Ekklesial: Janeiro 2008

Blogger Template by Blogcrowds

Google
 

Decisões

Domingo desses, fui com a Ana ao Parque Burle Marx.

Sem perceber, fui levado à um estado de relaxamento e introspecção que há muito não sentia. Não sei se foi a quentura do Sol em meu rosto, a música do farfalhar das folhas levadas pelo suave vento ou o conforto do colo da minha amada.

Deitado ali, esqueci da tinta que tingia as páginas do jornal de domingo e que trazia notícias relevantes, mas não para aquele momento.Tinha minha visão fixa naquela árvore. Talvez a mais comum do parque, mas que prá mim serviu como um buraco negro, prá onde toda minha atenção foi sugada.Olhei o caule e, a partir dele, os galhos mais grossos, então os mais finos... os pequenos gravetos que brotavam... transformando-se em pequenos hastes que serviam de chão para as folhas... E a brisa no rosto... Senti minha pequenez perante aquela árvore, a mais comum do parque.Imaginei que minha vida era como ela. E, cada junção entre os galhos eram decisões que já havia tomado. Algumas davam em outros galhos e, em outras, encruzilhadas... Em algumas surgiam folhas e em outras galhos secos... Como a árvore era linda... Talvez o fosse, pois no decorrer de sua vida, muitas decisões haviam sido tomadas, algumas certas e outras nem tanto... Mas, ela tinha vida. Vida expressa num emaranhado de galhos.

Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial